Breve Introdução

Sabe explicar de uma forma simples o que é uma enzima? Ou um enviesamento da amostra? Ou um macroinvertebrado?

Sabe que palavras como “erro” ou “incerteza” podem não significar o mesmo para todas as pessoas?

Comunicar ciência para fora do meio científico nem sempre é fácil: a mensagem não é compreendida e perde-se uma oportunidade de passar um conceito valioso para todos.

Depois do sucesso da 1ª edição, regressamos com o curso “Comunicar ciência clara”, pensado para todos aqueles que sentem dificuldade em comunicar conteúdos científicos e técnicos para o público em geral.


Condições de Acesso: 

Os interessados deverão candidatar-se até ao dia 12 de junho de 2019, através do portal Fénix, em:


Critérios de Seleção: 

Serão admitidos no curso os primeiros 16 candidatos selecionados que confirmarem a sua participação fazendo o pagamento do custo de inscrição.


Mais informações

Divisão Académica
E-mail: dacademica@isa.ulisboa.pt
Tel: +351 21 365 31 16
Fax: +351 21 365 31 95

Historial

Responsável: Cristina Nobre Soares

Biografia

Cristina Nobre Soares é consultora em voz da marca e storytelling para empresas.

Com formação de base em Engenharia Florestal (pelo ISA), deu aulas no Instituto Politécnico de Tomar, mas acabou por se dedicar à área da comunicação e à linguagem.

Trabalhou na empresa Português Claro e entre as várias empresas com que colaborou, até ao momento, salientam-se a CONSULAI, Ascenza, Leroy Merlin e Viarco. Desde 2016 que mantém colaborações pontuais com a Escola Superior de Arte e Design em Caldas da Rainha, com o jornal Público (suplemento P3) e em 2018 foi membro do júri para o prémio Acesso Cultura- Linguagem simples.

Objetivos

Este curso tem como objectivo fornecer técnicas para simplificar a linguagem, sem nunca perder o rigor, tornando o texto científico mais acessível e apelativo para todos.

Programa

  1. Principais dificuldades na comunicação de ciência para o público em geral.
  2. Para quem é que comunico?
    • Identificar o meu público-alvo.
    • Como direcionar a linguagem e a estrutura da escrita para o nosso público-alvo.
  3. “A maldição do conhecimento”.
    • Como comunicar termos e jargão técnico para fora da comunidade científica.
    • Técnicas de escrita clara para ciência.
  4.  Como estruturar um artigo de divulgação cientifica de forma clara e objetiva.
    • A ideia-chave.
    • Contar uma história.

Destinatários

Este curso é particularmente focado para as áreas florestais, ambientais e agronómicas. É dirigido a todos os professores, investigadores, técnicos e alunos que tenham necessidade de comunicar para o público em geral, fora do meio científico.

Regime de Funcionamento

Regime: Pós-laboral

Duração: 26 e 27 de junho e 3 e 4 de julho de 2019, das 18h00-20h30

Horas: 10h

Local: Sala 39, Edifício Principal

Ver localização da Tapada da Ajuda, aqui

Ver mapa do campus, aqui

Propinas

Propina: 110 Euros