Breve Introdução

O ensino tropical começou a ser oficialmente ministrado no ISA em 1906 e ao longo dos tempos teve várias modificações, aumentando a diversidade de matérias oferecidas até à criação de uma licenciatura em Engenharia Agronómica com a opção Tropical e um Curso de Mestrado em Agronomia de Produção Agrícola Tropical. Com a reforma do ensino de acordo com o Processo de Bolonha, houve a necessidade de se alterar a oferta de um 2º Ciclo de Bolonha que respondesse às reais evoluções das regiões tropicais e do seu desenvolvimento. O MESAT procura dar uma resposta formativa teórico/prática adequada aos desafios que se colocam às questões de desenvolvimento das regiões tropicais.
Este novo Curso de Mestrado do Instituto Superior de Agronomia em Sistemas Agrários Tropicais: Produção, Sociedades e Políticas (MESAT) tem como objectivo oferecer uma formação actualizada nas questões do desenvolvimento, com enfoque na África subsaariana, através de uma abordagem holística dos problemas. O MESAT visa, por isso, desenvolver capacidades de intervenção nas diversas vertentes associadas ao ciclo da produção alimentar/florestal nas regiões tropicais e subtropicais, em consonância com a aptidão de análise e intervenção nas respectivas dinâmicas económicas, sociais e políticas.



Historial

Avaliação/Acreditação/Registo:
Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Cr 71/2017

Publicação em Diário da República:
Despacho nº 7437/2017

Objetivos

Fomentar o conhecimento avançado no domínio dos sistemas agrários tropicais, integrando os domínios da produção, os desafios sociais e as opções políticas; Desenvolver competências para avaliar/planear/gerir políticas, programas e projectos de desenvolvimento rural, agrícola, florestal, agro-industrial e florestal nos sectores público, privado e associativo; Desenvolver competências que conduzam ao aumento da produtividade com base na gestão racional e sustentável dos recursos naturais; Desenvolver capacidades que permitam uma melhoria dos sistemas atendendo às dinâmicas territoriais e sociais na ótica da gestão sustentável dos recursos; promover o contato com a realidade empresarial, económica e social em países da CPLP, favorecendo a inovação e o empreendorismo por forma a responder aos novos desafios de índole global

Destinatários

Todos os que se desejam munir de uma ferramenta formativa que lhes permita trabalhar nas questões da agronomia tropical e do desenvolvimento das suas sociedades assente numa abordagem holística dos diferentes saberes.

Saídas Profissionais

Cooperação Bilateral e Multilateral (FAO, PNUD) internacional, Organizações Não Governamentais para o Desenvolvimento; Empresas Agrícolas Tropicais, Centros de Investigação na área Tropical, Consultadoria nas Área do Desenvolvimento Rrural, Produção Agrícola, Florestal e Ambiental.

Regime de Funcionamento

Diurno

Propinas

Anual 2018/2019

Estudantes nacionais: 1.250,00 €
 
Estudantes internacionais: 3.000 €

Coordenadores

Isabel Maria Gomes Rodrigo